Capítulo 19. Configuração de Rede

Para comunicar com outros computadores, é necessário ter uma conexão de rede. Isto é executado quando um sistema operacional reconhece uma placa de interface (tal como Ethernet, modem ISDN ou 'token ring') e configurando a interface para conectar à rede.

A Ferramenta de Administração de Rede pode ser usada para configurar os seguintes tipos de interfaces de rede:

Também pode ser usada para configurar conexões IPsec, administrar configurações do DNS e administrar o arquivo /etc/hosts usado para armazenar combinações adicionais de nomes e endereços IP de máquinas.

Para usar a Ferramenta de Administração de Rede, você precisa ter privilégios root. Para iniciar a aplicação, clique no Botão do Menu Principal (no Painel) => Configurações do Sistema => Rede, ou digite o comando redhat-config-network em uma janela de comandos (por exemplo: em um XTerm ou um terminal GNOME). Se você digitar o comando, a versão gráfica é exibida se o X estiver rodando; caso contrário, a versão texto é exibida. Para forçar a versão texto, use o comando redhat-config-network-tui.

Para usar a versão de linha de comando, execute o comando redhat-config-network-cmd --help como root para visualizar todas as opções.

Figura 19-1. Ferramenta de Administração de Rede

Se você prefer modificar os arquivos de configuração diretamente, consulte o Guia de Referência do Red Hat Enterprise Linux para obter informações sobre suas localizações e conteúdos.

DicaDica
 

Visite a Lista de Compatibilidade de Hardware da Red Hat (http://hardware.redhat.com/hcl/) para determinar se o Red Hat Enterprise Linux suporta seu dispositivo de hardware.

19.1. Visão Geral

Para configurar uma conexão de rede com a Ferramenta de Administração de Rede, execute os seguintes passos:

  1. Adicione um dispositivo de rede associado ao dispositivo físico de hardware.

  2. Adicione o dispositivo físico de hardware à lista de hardware se ainda não existe.

  3. Determine as configurações do nome da máquina e do DNS.

  4. Configure todas as máquinas que não podem ser encontradas através do DNS.

Este capítulo aborda cada um destes passos para cada tipo de conexão de rede.