14.2. Configuração de Inicialização (boot) PXE

O próximo passo é copiar os arquivos necessários para iniciar a instalação para o diretório tftp para que possam ser encontrados quando o cliente solicitá-los. O servidor tftp é geralmente o mesmo que o servidor de rede exportando a árvore de instalação.

Para copiar estes arquivos, execute a Ferramenta de Inicialização da Rede no servidor NFS, FTP ou HTTP. Um servidor PXE separado não é necessário.

Para visualizar estas instruções na versão de linha de comando, consulte a Seção 14.2.1.

Para usar a versão gráfica da Ferramenta de Inicialização da Rede, você deve rodar o Sistema X Window, ter privilégios root e ter o pacote RPM redhat-config-netboot instalado. Para iniciar a Ferramenta de Inicialização da Rede pela área de trabalho, vá para o Botão do Menu Principal (no Painel) => Configurações do Sistema => Configurações do Servidor => Serviço de Inicialização da Rede. Ou digite o comando redhat-config-netboot em uma janela de comandos (ex.: num XTerm ou Terminal GNOME).

Se iniciar a Ferramenta de Inicialização da Rede pela primeira vez, selecione Instalação de Rede no Primeira vez do Druid. Caso contrário, selecione Configurar => Instalação de Rede no menu suspenso e então clique em Adicionar. Aparece o diálogo exibido na Figura 14-1.

Figura 14-1. Configuração da Instalação de Rede

Forneça as seguintes informações:

Após clicar em OK, os arquivos initrd.img e vmlinuz, necessários para iniciar o programa de instalação, são transferidos de images/pxeboot/ na árvore de instalação provida para /tftpboot/linux-install/<os-identifier>/ no servidor tftp (aquele no qual você está rodando a Ferramenta de Inicialização da Rede).

14.2.1. Configuração pela Linha de Comando

Se o servidor de rede não está rodando o X, o utilitário de linha de comando pxeos, parte do pacote redhat-config-netboot, pode ser usado para configurar os arquivos do servidor tftp, conforme descrito na Seção 14.4:

pxeos -a -i "<description>" -p <NFS|HTTP|FTP> -D 0 -s client.example.com \
-L <net-location> <os-identifer>

A lista a seguir explica as opções:

Se o FTP é selecionado como o protocolo de instalação e a autenticação anônima não está disponível, especifique um nome de usuário e senha para autenticação, com as seguintes opções antes do <os-identifer> no comando anterior:

-A 0 -u <username> -p <password>