11.2. Inicializando no Modo de Recuperação

O modo de recuperação oferece a habilidade de inicializar um ambiente Red Hat Enterprise Linux pequeno inteiramente a partir de um disquete, CD-ROM ou algum outro método de inicialização além do disco rígido do sistema.

Como o nome implica, o modo de recuperação é oferecido para salvá-lo de algo. Durante a operação normal, seu sistema Red Hat Enterprise Linux usa arquivos localizados no disco rígido para fazer tudo — rodar programas, armazenar seus arquivos, dentre outras tarefas.

Entretanto, às vezes você não consegue fazer o Red Hat Enterprise Linux rodar suficientemente para acessar os arquivos no disco rígido de seu sistema. Usando o modo de recuperação, você pode acessar os arquivos de seu disco rígido mesmo que não seja possível rodar o Red Hat Enterprise Linux neste disco rígido.

Para inicializar no modo de recuperação, você deve inicializar o sistema usando um dos métodos a seguir:

Após inicializar o sistema usando um dos métodos descritos, adicione a palavra-chave rescue como um parâmetro do kernel. Por exemplo: para um sistema x86, digite o seguinte comando no prompt de início da instalação:

linux rescue

Você terá que responder algumas questões básicas, incluindo qual idioma usar. Também deverá selecionar a localização de uma imagem de recuperação válida. Selecione CD-ROM local, Disco Rígido, Imagem NFS, FTP ou HTTP. A localização selecionada deve conter uma árvore de instalação válida, e esta deve ser para a mesma versão do Red Hat Enterprise Linux que o CD-ROM 1 com o qual você inicializou a máquina. Se você usou um disquete ou CD-ROM boot para iniciar o modo de recuperação, a árvore de instalação deve ser da mesma árvore a partir da qual a mídia foi criada. Para mais informações sobre a configuração de uma árvore de instalação no disco rígido, servidor NFS, servidor FTP ou servidor HTTP, consulte o Guia de Instalação do Red Hat Enterprise Linux.

Se você selecionar uma imagem de recuperação que não requer uma conexão de rede, você será questionado se deseja ou não estabelecer uma. A conexão de rede é útil se você quiser fazer backup de arquivos em um outro computador ou instalar alguns pacotes RPM de uma localização de rede compartilhada, por exemplo.

Você também verá a seguinte mensagem:

The rescue environment will now attempt to find your Red Hat
Linux installation and mount it under the directory
/mnt/sysimage.  You can then make any changes required to your
system.  If you want to proceed with this step choose
'Continue'. You can also choose to mount your file systems
read-only instead of read-write by choosing 'Read-only'.
If for some reason this process fails you can choose 'Skip' 
and this step will be skipped and you will go directly to a
command shell.

Se você selecionar Continuar, tenta montar seu sistema de arquivo sob o diretório /mnt/sysimage/. Se falhar em montar a partição, você será avisado. Se você selecionar Somente-Leitura, tenta montar seu sistema de arquivo sob o diretório /mnt/sysimage/, mas no modo somente-leitura. Se você selecionar Pular, seu sistema de arquivo não é montado. Escolha Pular se acreditar que seu sistema de arquivo esteja corrompido.

Uma vez que seu sistema está no modo de recuperação, aparece um prompt no CV 1 (console virtual) e no CV 2 (use a combinação das teclas [Ctrl]-[Alt]-[F1] para acessar o CV 1 e [Ctrl]-[Alt]-[F2] para acessar o CV 2):

sh-2.05b#

Se você selecionou Continuar para montar suas partições automaticamente e estas foram montadas com sucesso, você está no modo de usuário simples.

Mesmo que seu sistema de arquivo seja montado, a partição root default é temporária enquanto estiver no modo de recuperação; não é a partição root do sistema de arquivo usada durante o modo normal de usuário (níveis de execução 3 ou 5). Se você escolheu montar seu sistema de arquivo e o fez com sucesso, pode alterar a partição root do ambiente do modo de recuperação para a partição root de seu sistema de arquivo, executando o seguinte comando:

chroot /mnt/sysimage

Isto é útil se você precisa rodar comandos como rpm, que requerem que sua partição root seja montada como /. Para sair do ambiente chroot, digite exit e você retornará ao prompt.

Se você selecionou Pular, ainda pode tentar montar uma partição manualmente dentro do modo de recuperação criando um diretório como /foo, e digitando o comando a seguir:

mount -t ext3 /dev/hda5 /foo

No comando acima, /foo é um diretório que você criou e /dev/hda5 é a partição que você deseja montar. Se a partição for do tipo ext2, substitua ext3 por ext2.

Se você não sabe os nomes de suas partições, use o seguinte comando para listá-las:

fdisk -l

A partir do prompt é possível executar diversos comandos úteis, como

Notas

[1]

Consulte o Guia de Instalação do Red Hat Enterprise Linux para mais detalhes.