2.2. Adicionando Espaço Virtual

Às vezes é necessário adicioanar mais espaço virtual após a instalação. Por exemplo: você pode aumentar a quantidade de RAM do seu sistema de 64 MB para 128 MB, mas há somente 128 MB de espaço virtual. Pode ser vantajoso aumentar a quantidade de espaço virtual para 256 MB se você executa operações ou aplicações que requerem muita memória.

Você tem duas opções: adicionar uma partição virtual ou um arquivo virtual. É recomendado adicionar uma partição virtual, mas isto pode ser difícil se você não tiver espaço livre disponivel.

Para adicionar uma partição virtual (assumindo que /dev/hdb2 é a partição virtual que você quer adicionar):

  1. O disco rígido não pode estar em uso (partições não podem ser montadas e o espaço virtual não pode ser ativado). A tabela de partições não deve ser modificada enquanto for usada porque o kernel pode não reconhecer as alterações corretamente. Os dados poderiam ser sobrescritos ao gravar na partição errada, pois a tabela de partições e as partições montadas não coincidem. A maneira mais fácil de fazer isso é inicializar seu sistema no modo de recuperação (rescue mode). Consulte o Capítulo 11 para obter instruções sobre a inicialização no modo de recuperação. Quando você for questionado para montar o sistema de arquivo, selecione Pular.

    Alternativamente, se o disco não contém nenhuma partição em uso, você pode desmontar (unmount) as partições e desligar todo o espaço virtual do disco rígido com o comando swapoff.

  2. Crie a partição virtual (swap) usando o parted:

    • Como root, digite o seguinte em uma janela de comandos: parted /dev/hdb, onde /dev/hdb é o nome do dispositivo para o disco rígido com espaço livre.

    • No prompt (parted), digite print para visualizar as partições existentes e a quantidade de espaço livre. Os valores de início e fim estão em megabytes. Determine o quanto de espaço livre há no disco rígido e o quanto você quer designar para uma nova partição virtual.

    • No prompt (parted), digite mkpartfs part-type linux-swap start end, onde part-type é primária, extendida ou lógica, start é o ponto de início da partição, e end é o ponto final da partição.

      AtençãoAviso
       

      As alterações têm efeito imediato; cuidado ao digitar.

    • Saia do prompt parted digitando quit.

  3. Agora que você criou uma partição virtual, use o comando mkswap para configurar esta partição. Digite o seguinte em uma janela de comandos, como root:

    mkswap /dev/hdb2
  4. Para ativar a partição virtual imediatamente, digite o seguinte comando:

    swapon /dev/hdb2
  5. Para ativá-la no momento da inicialização da máquina, edite /etc/fstab para incluir:

    /dev/hdb2               swap                    swap    defaults        0 0

    Na próxima vez em que o sistema for reiniciado, a partição virtual será ativada.

  6. Após adicionar e ativar a nova partição virtual, verifique se ela está habilitada visualizando o output do comando cat /proc/swaps ou free.

Para adicionar um arquivo virtual:

  1. Determinar o tamanho do novo arquivo virtual em megabytes e multiplicar por 1024 para determinar o tamanho do bloco. Por exemplo: o tamanho do bloco de um arquivo virtual de 64 MB é 65536.

  2. Em uma janela de comandos, como root, digite o seguinte comando com count sendo igual ao tamanho do bloco desejado:

    dd if=/dev/zero of=/swapfile bs=1024 count=65536
  3. Configure o arquivo virtual com o comando:

    mkswap /swapfile
  4. Para habilitar o arquivo virtual imediatamente, mas não automaticamente no momento da inicialização:

    swapon /swapfile
  5. Para ativá-la no momento da inicialização da máquina, edite /etc/fstab para incluir:

    /swapfile               swap                    swap    defaults        0 0

    Na próxima vez que o sistema for iniciado, habilitará o novo arquivo virtual.

  6. Após adicionar e ativar o novo arquivo virtual, verifique se ele está ativado visualizando o output do comando cat /proc/swaps ou free.